InícioFundação de CulturaSistema Brasileiro de Museus E-mail MARCO

Exposições

Atuais

Permanente

Passadas

Intervenção

Centro Cultural

 

Processo Seletivo

Plantas das salas

Projeto Intervenção

Seguindo a tendência de instituições museológicas de disponibilizar lugares específicos de sua estrutura física para a livre intervenção dos artistas – geralmente as obras são especialmente concebidas para estes locais (site specific) – o MARCO dá início ao Projeto Intervenção, que visa colocar em evidência o embate entre sua arquitetura museal e a obra de arte que a preenche e transforma.

Por sua reconhecida competência com pintura mural e a larga experiência de intervenções em espaços públicos, Ana Ruas é a artista que inaugura essa modalidade no museu, dando um novo sentido a uma área de acesso, criando dessa forma, um diálogo poético entre o edifício e a paisagem do parque onde está inserido.

Essa idéia é reforçada pela artista na escolha da cor verde que cobre a maior parte da área utilizada, integrando sutilmente o espaço interno ao externo, transformando as janelas em elementos de composição que permitem essa leitura. Fazendo contraponto às linhas modernas do edifício, Ana Ruas utiliza a imagem de antigos corrimãos e suas balaustradas como referência à estética clássica, tendo como modelo de desenho a escadaria de madeira da Morada dos Baís, um dos mais importantes exemplos da história arquitetônica e cultural de Campo Grande.

Essa concepção da artista aproxima ludicamente dois importantes centros de difusão da cultura desta cidade, unindo o antigo e o novo de forma inusitada, sem que houvesse a desvaloração da imponente arquitetura do MARCO. Nesse aspecto, Ana Ruas nos coloca diante de uma possibilidade de reflexão, ampliando nossa capacidade de percepção e compreensão do espaço e da história, reforçando a pintura como tradição das artes plásticas em Mato Grosso do Sul.

Rafael Maldonado / 2004